Uma relação preço/disponibilidade imbatível
para os nossos backups fora do território belga



Alain Van Messen, dirigirente da empresa evoluto.be




« Uma relação preço/disponibilidade para os nossos backups fora do território belga»



A Evoluto é uma empresa de serviços informáticos instalada em Bruxelas. Escritórios de contabilistas, agências imobiliárias, concessões automóveis, empresas de produção de vídeo, hoteis, restaurantes.. os clientes de Alain Van Messen são de vários setores de atividade.

Para alojar os e-mails destas PME, os seus dados e ainda os seus servidores de produção, a Evoluto aloja máquinas num datacenter instaelado em Bruges, no norte da Bélgica. A empresa tem igualmente alugado um servidor Kimsufi localizado em Roubaix para efetuar as cópias dos seus backups fora do território nacional.

"A relação disponibilidade/preço dos serviços Kimsufi é atrativa e imbatível. Por alguns euros por mês asseguramos os nossos backups e dispomos de um trunfo comercial interessante: a garantia que os dados dos nossos clientes são replicados em diferentes sites geograficamente distantes. A Evoluto efetua esses backups incrementais graças ao protocolo synnc (sincronização distante). Nós estamos a estudar a possibilidade de alugar um segundo servidor Kimsufi para replicar os nossos backups através de uma solução Veeam."

Cliente da OVH desde 2005 no registo de nomes de domínio, Alain Van Messen mostra-se encantando com o serviço: "Faz já um ano que utilizamos uma máquina Kimsufi, e até agora não tivemos nenhum indisponibilidade. »

Para saber mais: http://evoluto.be





« Um servidor Kimsufi é o ideal para aprender... e mesmo para dar os primeiros passos no gaming! »



Julien Bisiaux conheceu a gama Kimsufi graças a um comparador de preços. Ele desejava aprender a manipular um servidor dedicado Linux como auto-didacta. O KS 6 foi o seu primeiro servidor dedicado. Uma máquina domada em alguns meses de utilização intensa.

Recentemente, e com alguns amigos, Julien Bisiaux lançou-se nos jogos online e desenvolveu um multigaming (defcon-gaming.fr).
Ele espera ter perto de 75 jogadores para começar, contando com os amigos e conhecidos que potencialmente podem juntar-se à sua aventura.

É sob Debian 8 que ele escolheu montar os servidores de jogos: Garry's Mod, Minecraft…
"Hoje, o KS 6 é suficiente para as nossas necessidades e aguenta a carga. Estamos na fase de teste, e migraremos mais tarde para um servidor talhado para gaming, como aqueles que são propostos pela So you Start."





A equipa Soundytics: Rémy François (marketing & vendas), Sébastien Doubey (CTO) e Hugo Bon (CEO).



Olá Sébastien. Como é que funciona a solução da Soundytics e quem é endereçada?

Desenvolvemos uma tecnologia que permite analisar o ADN de um sinal sonoro. A partir de um excerto de música, conseguimos analisar 15 critérios acústicos aos quais agregamos cerca de 30 outros dados editoriais e sociais (popularidade do título, país de origem, data de lançamento, género musical, etc...).

Atualmente, analisámos e enriquecemos 8 milhões de títulos musicais e desejamos alcançar 20 milhões daqui até ao início de Novembro. Com base neste conjunto de dados, criámos uma gama de soluções. A nossa interface de programação (API) destinada a plataforma de streaming e editores musicais permite analisar um título e encontrar títulos semelhantes num catálogo musical, criar motores de pesquisa avançada (estou à procura de rock / de 1980 / em inglês / com tempo rápido / com mood "Happy", etc.) ou ainda propor "smart radios" de forma automática (por exemplo, uma rádio "relax" com critérios jazz/ tempo lento / mood "melancólica"). Além disso, criámos interfaces de escuta de música que podem ser colocadas a bordo de aviões e automóveis a fim de propor aos passageiros uma seleção sonora em função do seu estado de espírito, os seus gostos ou a atividade a bordo. Por fim, lançámos uma solução de sonorização de lojas que é inteligente e desmaterializado e permite ter um "design" sonoro adaptado ao comportamento do cliente e à identidade da marca. Durante Outubro, seremos capazes de oficializar o nosso primeiro grande contrato. Também desenvolvemos uma aplicação móvel («Soundytics», disponível para Android e, em breve, para iOS) para os particulares. O utilizador escolhe a sua atividade e a aplicação propõe uma playlist adaptada que pode ser configurada (o género musical, o tempo, a "disposição", a data dos títulos, a popularidade, etc...). Esta aplicação é gratuita e não tem como vocação gerar negócio, sendo uma espécie da nossa "vitrine".


A interface proposta às lojas para elaborar a sua programação musical.


Que tipo de infraestrutura implementou?

Dispomos de 5 servidores OVH e 6 servidores Kimsufi. Na marca OVH temos um cluster de 2 (em breve 3) máquinas equipadas com discos SSD e com bastante RAM para as nossas bases de dados Percona. Os discos SSD oferecem boas performances em termos de I/O e conservámos o máximo de indexes em cache na RAM para acelerar o tratamento da queries. Ainda em servidores da marca OVH, temos uma máquina que serve para análise e tem um processador de 32 threads graças ao qual podemos extrair os dados de vários "pedaços de informação" em paralelo. Por fim, temos na OVH 2 servidores de armazenamento de 12TB, configurados em DRBD (Distributed Replicated Block Device) para ter uma espécie de RAID na rede. Estes "file servers" contêm imagens (capas dos álbuns, principalmente), bem como os backups da nossa base de dados.

Na marca Kimsufi, temos 4 servidores que fazem o papel de servidores web frontais e estão colocados por detrás de uma máquina que faz a repartição da carga (um load balancer via software, com base em round-robin). O último servidor Kimsufi serve como máquina de "pré-prod" para os nossos testes internos antes de atualização dos nossos produtos.


Porque razão escolheu servidores Kimsufi para os frontais web?

Os servidores frontais web alojam aplicações exigentes em termos de recursos, Assim, ao invés de utilizar servidores de última geração que seriam sobre-dimensionados, preferimos vários servidores Kimsufi, de performance razoável e que têm um preço imbatível e nos permitem redundar a infraestrutura. Com uma pool de 4 servidores atrás do loadbalancer, a infraestrutura tem grande resiliência e oferece alta disponibilidade. Em caso de problemas de hardware numa máquina, o loadbalancer dirige os pedidos para os 3 outros servidores operacionais.


De forma geral, porque trabalha com a OVH?

A bom dizer, no momento de lançar o projeto Soundytics nem sequer tivemos o reflexo de procurar noutro lado. Já tinhamos lançado um outro projeto com o meu sócio (Hugo Bon) que também está alojado na OVH. Eu utilizo os vossos serviços há já tanto tempo que nem me lembro como é que vos conheci! A OVH e qualquer das suas diferentes marcas (OVH, So you Start, Kimsufi...) distinguem-se sempre pela excelente relação qualidade/preço. Para uma empresa startup com recursos financeiros limitados, isso é realmente muito importante!




Kimsufi é utilizado para formar engenheiros e técnicos



« No princípio, desejaria colocar em prática os meus conhecimentos teóricos, compreender como se administrava um servidor dedicado, recorda Frédéric Bovy. A melhor forma de o fazer, é testar por mim mesmo.
Virou-se então para a OVH: «Eu aluguei uma máquina na qual estava totalmente satisfeito, mas o preço impedia-me de a conservar por muito tempo. Fiz os meus testes, aprendi tudo o que poderia e não renovei o servidor, com muita pena minha.»
Foi aí que encontrou a oferta Kimsufi: «Era exatamente o que procurava. Não encontrei em mais lago nenhum tão bom rácio de qualidade/preço. Para a minha utilização, alojamento Web e e-mails em FreeBSD, não me serve de nada possuir uma máquina de "último grito". Além disso, os preços bastante acessíveis dos servidores Kimsufi permitem que possua uma servidor de forma contínua, e inclusivamente permite-me alugar 2 ou 3 suplementares quando necessito de testes mais potentes.»
Quando dá as suas formações, pode agora apoiam-se em demonstrações sobre exemplos de aplicações realmente ligadas à Internet, alojadas no seu próprio servidor: «É mais credível do que utilizar um posto de laboratório, isolado do resto da Web.». Os servidores Kimsufi, evidentemente, não dispõem dos mesmos serviços e do mesmo nível de suporte que as máquinas alugadas nas gamas So you Start ou OVH. Mas isso pouco importa para Frédéric Bovy : «O principal é que as falhas de hardware sejam detetadas e solucionadas.
Dessa perspetiva, o suporte Kimsufi é eficaz: os servidores são monitorizados e as intervenções são automaticamente lançadas.
Estes servidores não foram pensados para colocar em produção aplicações críticas, mas para mim são largamente suficientes»
Neste momento estamos a experimentar algumas ferramentas de intrusão (pentest), com vista a uma futura formação. «Graças ao meu Kimsufi, vou continuar aprender!», conclui.





Kimsufi, o servidor sandbox do studio web Nephila



Em que tipos de projetos trabalha a Nephila Studio?

Os nossos clientes são, na sua maioria, micro-empresas. As nossas produções são essencialmente sites WordPress (websites) e PrestaShop (sites e-commerce). Por exemplo nailangel.fr, boulevard-dore.fr, caracole.fr...


Como alojam a vossa pré-produção e a vossa produção?

Em 1009 começamos a utilizar os serviços da OVH, em particular os alojamentos partilhado (alojamento Web, NDR), e abandonámo-lo progressivamente. Descobrirmos a gama Kimsufi no site da OVH e começamos a utilizar essa gama em 2012. A nossa pré-produção está hoje nos Kimsufi (em Ubuntu Server), utilizando nós um servidor So you Start para alojar os sites dos nossos clientes.


Qual o servidor Kimsufi escolhido?

Mudámos o modelo no mês passado para obtermos uma nova máquina com maior performance: o KS3 (8 GB/1 TB/Core i-3). O modelo 2GB que teríamos estava-se a tornar insuficiente para o número de projetos alojados.


Porque escolheu os Kimsufi? Quais são os pontos fortes da gama Kimsufi?

A gama Kimsufi não possui concorrência direta. Não encontrei em lado algum o equilíbrio que permite obter uma máquina dedicada ao melhor custo, eliminando as opções e serviços supérfluos.
É uma oferta que não satisfaz para ambiente de produção mas que é perfeito para ambiente de trabalho em produção.

Trabalhamos localmente, mas desejávamos permitir aos nossos clientes seguirem os seus projetos. Foi aí que o nosso Kimsufi se revelou ideal: para colocar online os projetos dos clientes sem que tivéssemos que utilizar um servidor de produção..

Instalámos igualmente um servidor Subversion (SVN) na mesma máquina para assegurar um trabalho colaborativo internamente.

Por último, temos previsto instalar um segundo servidor Kimsufi para oferecer aos nossos clientes que tenham negócios online, a possibilidade de otimização da manutenção dos seus websites.

O único inconveniente que vejo é a decisão de distinguir as contas OVH/Kimsufi/So you Start. Uma interface de administração seria mais prático para gerir vários produtos.




Servidor multimédia, plataforma de desenvolvimento e armazenamento de fotos;
Martin, no 5º ano do EPITECH, conta-nos como utiliza o seu Kimsufi.



Porque escolheu um servidor Kimsufi?

Após ter experimentado um servidor em casa (a ter em conta: um velho PC alojado no meu quarto) optei por um servidor VPS. Uma solução económica embora com as suas limitações: a escolha de SO é limitada, e algo limitativa devido às tecnologias de virtualização utilizadas para gerir as VPS.

Desejava um servidor sob Archlinux, uma distribuição proposta em pré-instalação nos servidores Kimsufi.

Do ponto de vista financeiro, não tenho os meios nem a necessidade para alugar um servidor dedicado que custa dezenas de euros por mês.

Na gama Kimsufi, eu encontrei uma máquina 4 threads por 8,50 €/mês (le PS-4 AtomTM 330 2c/4t 1,6 GHz+ 2 GB de RAM, 500GB de espaço em disco, associado a uma largura de banda de 100Mbps). Sem uma oferta deste género teria de continuar a "bricolar" apoiando-me sob diferentes serviços…
O que me seduziu foi a relação qualidade/preço.
Um argumento que pensamos naturalmente para os serviços entregues pelo grupo OVH.


Para que serve o vosso servidor Kimsufi?

O meu Kimsufi é polivalente. Por um lado, utilizo-o como um servidor multimédia, apoiando-me em Plex Media Server (baseado no XBMC). Armazeno a minha biblioteca de vídeos e músicas pessoais onde pode aceder em qualquer lugar.

Por outro lado, o meu Kimsufi constitui a minha fonte para o desenvolvimento no GitLab. Acessoriamente, realizo alguns backups no meu Kimsufi (essencialmente fotos, uma vez que elas mesmas estão duplicadas no hubiC), e que me serve de ambiente de desenvolvimento para codificar quando não estou em casa.


Qual é o seu sentimento após algumas semanas de utilização?

O meu servidor Kimsufi é robusto, a qualidade do serviço vai de encontro às expectativas (uptime, rapidez de acesso). Não tenho necessidade de ter um servidor com um suporte avançado: optei por um servidor dedicado onde faço o que quero.
É o caso e é isso que gosto!






Kimsufi e você


Deseja dar o seu testemunho?
Contacte-nos!



dê seu testemunho


Fórum Kemeda


Encontre os anúncios que dizem respeito às últimas inovações made in Kimsufi. Solicite a ajuda da comunidade e dê o seu feedback sobre a utilização do seu servidor no seu quotidiano.




A propósito de Kimsufi




O nosso conceito: o servidor dedicado a um preço acessível!


Para lhe garantir os melhores preços, Kimsufi escolheu reter nos seus serviços apenas os componentes e serviços essenciais. Os Kimsufis são hoje comercializados diretamente e por intermédio de milhares de revendedores em 5 continentes.

Beneficiando dos datacenters da OVH situados na América do Norte e na Europa, bem como da própria rede mundial de fibra ótica do alojador e das suas tecnologias Anti-DdoS, os servidores Kimsufi oferecem uma qualidade de serviços aprovada por milhares de utilizadores.


Saber mais

Necessita de mais?


Os seus projetos necessitam de máquinas mais potentes, de ambientes de produção, opções, serviços ou garantias que os Kimsufi não lhe propõem?

Descubras as nossas gamas de servidores:
So you Start (a partir de 30,00 /mês) e
OVH.pt (a partir de 59,99 /mês),

com IP failover, licenças Windows, suporte avançado ou ainda vRack* (rede privada entre os seus servidores).






Este website utiliza cookies para garantir uma navegação cómoda e realizar estatísticas de visita. Se continuar a navegação, consideramos que aceita a sua utilização. Saber mais e gerir as cookies.
Ok